quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Natal



  • "Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu;
  • o governo está sobre os seus ombros;
  • e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.”

Isaías 9:6

domingo, 20 de dezembro de 2009

Abraço...



Hoje... Hoje só queria aquele ABRAÇO!! O prometido... O que é nosso de direito e que a vida nos deve.
Hoje? Hoje só queria o nosso ABRAÇO... o prometido, o eterno!
Hoje sim, como ontem e como sempre... queria aquele ABRAÇO! (F)

domingo, 13 de dezembro de 2009

A vida inteira não tem fim

video
"Sei no nosso amor tão forte em mim
A vida inteira não tem fim
Por mais que queira
Sei e nada vai poder mudar
Esse desejo de ficar
Na vida inteira p´ra saber

A luz do amor brilha na areia
E o teu olhar é fogo em mim
Amor meu amor a vida inteira
Não chega p´ra te amar assim
Na luz do amor brilha na areia
E o teu olhar é fogo em mim
Amor, meu amor a vida inteira
Não chega p´ra te amar assim

Sei que o nosso amor vai p´ra ficar
Mesmo que doa eu vou esperar
A vida inteira
Li pela vida passa sobre nós
E por amor não estámos sós
Pela alma inteira p´ra viver

A luz do amor brilha na areia
E o teu olhar é fogo em mim
Amor, meu amor a vida inteira
Não chega p´ra te amar assim"

sábado, 12 de dezembro de 2009

Decorar a alma...


"Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.

Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.

Portanto, plante seu jardim e decorre sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores."

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Chantilly..





"Sabes quando te apetece morangos com chantilly e descobres que no teu frigorifico não há chantilly? A solidão é isso. Querer alguém e descobrir que esse alguém não está connosco. Hoje sinto-me assim, a comer morangos sem chantilly".

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

domingo, 6 de dezembro de 2009

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009


"(...)Dos anjos, que outrora baixaram da esfera,
Morada longínqua dos anjos de Deus,
São prantos o orvalho, que o amor os vertera,
Depois que perdidos volveram-se aos céus.
Baixados à terra sedentos de amores
Gozaram delícias de um breve durar;
Depois em lembrança dos tempos melhores
Os anjos à noite costumam chorar. (...)"


Gentil Braga


.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Utopia



"Se as coisas são inatingíveis... ora!


Não é motivo para não querê-las...


Que tristes os caminhos, se não fora


a presença distante das estrelas!"




Mário Quintana




NeoEarth